quinta-feira, 8 de maio de 2014

Maternidade: Um ato de coragem!

Essa é a semana que comemoramos o Dia das Mães no Brasil, por isso, obviamente falaremos de mais um exemplo que a bíblia nos deixa.
Dentre tantos, uma das mães que me chamam a atenção é Ana.
Vamos conhecer um pouco sua história e o que podemos aprender com ela.

Ana era estéril, o que na época era sinal de desonra ou humilhação e, apesar de seu marido - Elcana - a 'mimar' muito era exatamente assim que ela se sentia. Com uma rival que sempre fazia questão de lembra-la de sua situação, ela ficava triste, cabisbaixa, não comia direito e sempre chorava quando estava sozinha (1 Samuel 1:7).
Até que suas orações foram ouvidas e ela recebeu um presente: Samuel estava a caminho (1 Sm 1:19).

Agora vamos nos colocar na situação de Ana: quero muito, muito, muito uma coisa, oro, pede, corre atrás, e depois de anos finalmente consegue. O que fazemos? Agarramos aquilo com todas as forças e nosso desejo é nunca mais largar!
Mas... Ana cumpriu sua promessa, e assim que Samuel desmamou, ela o levou ao templo e o consagrou e entregou a Deus (1 Sm 1:26-28). 
Como colocar em nosso exemplo uma mãe que entregou seu bebê?

Volto a falar e em seguida respondo. A bíblia é rica, viva e muito interessante. A maior atitude de amor de Ana, foi entender o chamado que Deus tinha para seu filho e ser uma incentivadora desse chamado. Samuel exerceu um grande papel na história do povo de Israel e marcou uma nação. Ele era muito bem quisto e conhecido por ser um homem correto. Ana o visitava todos os anos, levando uma nova túnica para o filho (1 Sm 2:19), o que mostra sua preocupação e zelo.

Resultado da obediência de Ana? "E o Senhor abençoou Ana, e ela teve mais três filhos e duas filhas. E o menino Samuel crescia no serviço de Deus" (1 sm 2:21).

Ana foi uma mãe de coragem, viu a 'carreira' de sucesso do seu filho, foi abençoada com mais filhos e fez parte da história. 
E não atrás, Samuel nos deixa o exemplo de filho. 
"Respeite o seu pai e a sua mãe. E esse é o primeiro mandamento que tem uma promessa, a qual é: Faça isso a fim de que tudo corra bem para você, e você viva muito tempo na terra". (Efésios 6:2-3).

Chegou o Dia das Mães em nossos dias, dia de as honrarmos e demonstrarmos quão importantes elas são para nós. Isso deve ser diário - ou tanto quanto conseguirmos - mas essa semana vá além, cumpra o mandamento que está em Efésios.

Não importante idade, classe social, se sua mãe está presente ou não. Seja criativo para criar uma lembrança! Honre quem fez o papel de mãe em sua vida, não custa lembrar que ela é linda, que faz a melhor comida, que sem ela nada funciona, que ela tem o melhor colo e o melhor perfume...
Nosso papel é amar e, expressar esse amor!
Mamães, todos os dias são de vocês! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário