segunda-feira, 14 de setembro de 2015

De Repente 30 :: Cuidados com a Pele #3

:: ATENÇÃO: Não sou médica, esteticista, dermatologista, nada. Esse post trata-se apenas de uma experiência pessoal - CONSULTE UM DERMATOLOGISTA ::

Continuando o ‘diário da pele’ e lá vamos nós pro consultório do Dr. André Simião.

A consulta foi depois de 40 dias do primeiro peeling e estava alternando todas as noites entre o Clindoxyl Gel e Deriva Micro - expliquei tudo no post anterior.

O Dr. Andre examinou, perguntou o que eu estava achando, como tinha sido as reações depois do peeling, etc… 
Expliquei pra ele que até uns 10 dias depois de ter feito o peeling minha pele ficou bem feia e sensível, minha boca e olhos deram uma leve inchada, arderam e coçaram muito, depois melhorou. 
Eu estava sentindo minha pele com aspecto/textura melhor, mais “lisinha”, mas as espinhas ainda estavam aparecendo. Não espinhas vermelhas e amarelas (de espremer, sabe?!), eram tipo umas bolas internas que doem. E por “sorte” no dia da consulta estava com algumas pra ele ver.

Como eu não uso nenhum método contraceptivo (ou seja, pode vir um baby a qualquer momento) o tratamento é mais restrito. O Dr. Andre falou que solucionaria isso com anticoncepcional e um pouco de Roacutan, mas são 2 coisas que eu não posso nem sonhar em tomar. Então ele receitou o antibiótico TETRACICLINA 500mg, por 3 meses para limpar de dentro pra fora!
Confesso que assustei com o tempo, mas… falei que vou seguir a risca, né?


Então hoje estou nessa fase: antibiótico de 8/8h + alternando toda noite com os géis. 
Minha pele está bem melhor, sem espinhas, agora estão as manchas.

Beijos,


Nenhum comentário:

Postar um comentário